12 de dez. de 2012

Da coleção “Amor e Psique”, livro trata sobre a medicina arquetípica e sua contribuição

Em Medicina Arquetípica, lançamento da PAULUS, Alfred J. Ziegler (1925-1992) relê, a partir de uma perspectiva psicológica, doenças como asma, anorexia, reumatismo, ataque cardíaco, afecções de pele e dor crônica. Escrito há mais de trinta anos, o presente texto continua atual, haja vista que algumas das problemáticas abordadas estão cada vez mais em evidência. 


“A medicina arquetípica é um tipo de medicina psicossomática que tenta produzir mudança nas síndromes das doenças por meio da linguagem e, consequentemente, por meio da razão. Apesar dos princípios fundamentais descritos, a medicina arquetípica opõe-se a quaisquer e todas as avaliações excessivamente materialistas do real com uma desconfiança básica”, explica o autor.
No decorrer das páginas, Ziegler busca mostrar que a natureza humana não é nem natural nem saudável, mas aflita e cronicamente doente, desafiando assim a base filosófica da medicina tradicional, expondo sua sombra e denunciando que o atual interesse excessivo na saúde trai nossa natureza. Composta de uma parte inicial teórica e outra a respeito da prática, a obra traz exemplificações das ideias apresentadas, acrescentando à visão tradicional da relação doença-saúde uma nova perspectiva. 
“A medicina arquetípica não depende tanto da objetividade quanto da subjetividade onde a ênfase, em graus diversos, está claramente sobre a experiência individual e sua prioridade. Sua preocupação principal não é com a observação de sintomas, mas move-se para a amplificação fenomenológica, em direção à essência simbólica do que é observado”, conclui o autor. 
As questões, tratadas em um estilo elegante e simples, envolvido em exemplos de casos e dados, proporciona ao leitor um material enriquecedor, auxiliando estudantes, profissionais da área e interessados no assunto. 
Alfred J. Ziegler (1925-1992), psiquiatra e analista de formação, dedicou-se por muitos anos à pesquisa sobre onirologia no âmbito da medicina psicossomática. Lecionou no Instituto Carl Jung, de Zurique (Suíça). Foi redator e editor da revista Gorgo de psicologia arquetípica e pensamento imagético, publicada em Stuttgart (Alemanha). Dentre suas obras, merecem destaque: Imagens de uma medicina da sombra(1987); Delírio e realidade – A humanidade em fuga diante de si mesma (1983); O Castrato – Horas espirituais de uma mística mórbida (1992).

Serviço
Título: Medicina arquetípica 
Autor: Alfred J. Ziegler
Coleção: Amor e Psique
Acabamento: Costurado
Formato: 13,5 cm x 20 cm
Páginas: 200
Preço: R$ 25,00
Área de interesse: Psicologia


@sandracamillo


 

Nenhum comentário: