2 de mar de 2007

Direção: Bárbara Paz / Ficção - 15 Min. SP 2006

O INTERIOR VAI FICAR ÍNTIMO DO CINEMA

A pequena Itapeva, interior de São Paulo, recebe o 1º FESTIVAL POPULAR DE CINEMA.

Nos dias 09, 10 e 11 de fevereiro, a cidade de Itapeva, a 283 km da capital, acolherá a 1º edição do Festival POPular de Cinema.

Em três dias de evento, os 87 mil habitantes terão a acesso à nova safra do cinema nacional. Serão exibidos 12 filmes, entre longas e curtas-metragens, além de serem oferecidas oficinas de interpretação e fotografia. A programação completa pode ser encontrada no site: www.festivalpopdecinema.com

A idéia do festival é propor uma breve amostra das melhores produções cinematográficas recentes do país que estabeleçam um diálogo direto com o público.

É uma oportunidade de reconciliar os habitantes da cidade e região com o cinema brasileiro e colocar o espectador como foco principal.

A cidade de Itapeva foi escolhida por se tratar de uma região carente de experiências artísticas, além de ser uma área central da região sudeste do estado de São Paulo.

O eixo condutor do festival são os filmes premiados em votações populares em festivais nacionais e internacionais e, em especial, por se tratar da primeira edição, foram também selecionados filmes iniciais de diretores promissores.

Com votação popular, os itapevenses, escolherão o melhor filme, que receberá um troféu confeccionado pela artista plástica local Katherine Scholtz,

A curadoria fica a cargo da dupla Rafael Primo e Daniel Gaggini, sócios na Enkapothado Filmes, idealizadora do evento, e responsável pelo filme Manual para Atropelar Cachorro, o curta-metragem mais premiado em 2006 e que acaba de ser indicado ao Oscar do cinema nacional (Grande Prêmio do Cinema Nacional), na categoria melhor curta-metragem de ficção. A dupla também é responsável pelo espetáculo Pente Fino, sucesso em São Paulo em 2006, com estréia programada no Rio de Janeiro para abril.
SERVIÇO

1º Festival POPular de Cinema
Local: Itapeva Clube – Itapeva/SP
Praça Anchieta, s/n
Informações: www.festivalpopdecinema.com
(15) 3522-3875 – Cristina (oficinas)
(11) 8152-1598 - Daniel
(11) 7127-3756 - Rafael

Dia – 09/02
início às 20h – abertura

Dia – 10/02
início às 21h – mostra competitiva

Dia – 11/02
início às 18h – encerramento e premiação



PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL:


DIA 09/02 ÀS 20H - ABERTURA OFICIAL


MINHA OBRA
(CURTA-METRAGEM)

Baseado em um personagem real, narra com delicadeza e poesia a história de um menino que pintava bonecas de porcelana para ajudar no orçamento de casa. Apesar de todas as adversidades, esse garoto cresce e hoje é um requisitado maquiador.
Direção: Bárbara Paz / Ficção - 15 Min. SP 2006 /


MANUAL PARA ATROPELAR CACHORRO
(CURTA-METRAGEM)

De onde vem a maldade humana? O que leva alguém a cometer atos de crueldade? O mundo visto por uma mente doente, enlouquecida em uma cidade grande qualquer. Síndromes Urbanas.
Direção: Rafael Primo / Ficção – 18Min. SP / 2006


O CÉU DE SUELY
(LONGA-METRAGEM)

O Céu de Suely conta a história de Hermila, uma jovem que volta de São Paulo com seu filho recém-nascido para a casa de sua família, no interior do Ceará. Ela espera a chegada do marido que deve reencontrá-la. Mas ele nunca chega. Sozinha, Hermila tenta reinventar sua vida, mas continua com o sonho de ir embora para o lugar mais longe possível.
Diretor: Karim Ainouz / Ficção / 90 min. 2006


DIA 10/02 ÀS 21H – MOSTRA COMPETITIVA


MAURO SHAMPOO - JOGADOR, CABELEIREIRO E HOMEM
(CURTA-METRAGEM)

Cine-biografia de Mauro Shampoo, ex- jogador de futebol e folclórico cabeleireiro da cidade de Recife. Com apenas um gol marcado em toda acarreira, alcançou a fama como atleta símbolo do Ibis Sport Clube que entrou para o Guiness Book como "O Pior Time de Futebol do Mundo de Todos os Tempos"Direção: Paulo Henrique Fontenelle e Leonardo Cunha Lima / Documentário-20 Min.


AQUELE CARA
(CURTA-METRAGEM)

Um homem foge dos semelhantes, de quem não parece ser nada semelhante.
Direção: Rafael Coutinho / Animação / SP – 06 Min. 2006

ESTERTOR
(CURTA-METRAGEM)

Umbanda, humor e suspense se misturam para compor uma ficção excêntrica e de genuíno caráter brasileiro. Horácio, um homem aposentado que mora na periferia de São Paulo, conta sua saga para enfrentar o tabagismo e a crise conjugal.
Direção: Davi Moori, Diogo Dias de Andrade e Victor Reis são diretores estreantes. /
Doc. Fic / 15 Min.

ENTRE PAREDES
(CURTA-METRAGEM)

Possessividade, desejo, paranóia e culpa são sentimentos obscuros numa relação amorosa, onde o medo da perda e a desconfiança podem destruir a vida ou levar à loucura.
Direção: Eric Laurence / Ficção / 15 Min.

ELETRODOMÉSTICA
(CURTA-METRAGEM)

Bairro classe média de Setúbal, no Recife, anos 90 . 220 volts.
Direção: Kleber Mendonça Filho / Ficção / 22 min.


ALGUMA COISA ASSIM
(CURTA-METRAGEM)

Caio e Mari, dois adolescentes, saem à noite para se divertir nas ruas de São Paulo e acabam confrontando-se com suas dúvidas e sentimentos escondidos.
DIREÇÃO: Esmir Filho / Ficção / 15 min. – SP 2006 /


DIA 11/02 ÀS 18H – ENCERRAMENTO E PREMIAÇÃO


UM DESPROPÓSITO
(CURTA-METRAGEM)

Um vagabundo não gosta muito de trabalhar, por isso é expulso de sua casa, mas ele não sabia que ia ter dias tão azarados pela frente...
Direção: George Souza / Ficção / 15 min. SP 2007 /


VOZES DO BRASIL
DOC(O)MENTADO
(CURTA-METRAGEM)

Sem a pretensão de ser didático e com um tom levemente anárquico, Vozes do Brasil doc(o)mentado é uma profusão de idéias e pensamentos não só sobre a Música Popular Brasileira mas também sobre música e músicos.
Direção: Helena Maura e Thiago Taboada / Documentário / SP - 24 Min


PREMIAÇÃO



REALIZAÇÃO:

PREFEITURA DE ITAPEVA
SECRETARIA DE CULTURA DE ITAPEVA
ENKAPOTHADO FILMES
BRAVOS ATORES


Equipe Enkapothado
Eduardo Metring, Bruno Stierlli e Renata Imbriane

Nenhum comentário: