27 de abr de 2006

Entrevistei também a Atriz Fernanda Viacava





Agência Cinema - Em qual Estado você nasceu?
Resp: No Rio de Janeiro, mas tenho a alma mineira.

Agência Cinema - Há quanto tempo está neste ramo de atividade?
Resp: Dez anos mais ou menos.

Agência Cinema - Como você observa a resposta do público ao seu trabalho?
Resp: Através dos aplausos, ou de um olhar, ou um comentário.

Agência Cinema - Faça uma abordagem de sua infância e as relações que ela mantém com sua profissão?
Resp: Eu sempre brincava de teatro com meus irmãos, vivíamos vestindo um monte de roupas, trapos, lenços, sapatos enormes, perucas... E inventávamos histórias, às vezes brincávamos com as que a gente já conhecia. Ensaiávamos, arrumávamos a platéia e todos os adultos que passavam por perto tinham que assistir.

Agência Cinema - Qual é a sua formação?
Resp: Sou formada em Zootecnia. Trabalhei uns dois anos como zootecnista, numa fazenda. Quando um dia no meio da poeira do curral, percebi que aquele não era meu caminho. Larguei tudo e fui a luta... continuo na luta... é uma batalha constante.
Na área de teatro fiz vários cursos livres, entre eles: no Grupo Tapa, no Grupo Folias d’Arte e fui metendo as caras fazendo teatro de rua, depois operando luz pra um outro espetáculo, entrando pra substituir ali... na cara de pau. E em cinema fiz o curso da Fátima Toledo.

Agência Cinema - Por que decidiu ser ator?
Resp: Foi desde criança, tentei fugir, mas não consegui escapar.

Agência Cinema - Se não fosse ator qual outra profissão você teria?
Resp: Acho que zootecnista


Agência Cinema - O que você prefere fazer tv, teatro ou cinema?
Resp: A minha maior experiência é em teatro, no cinema e na tv tive pequenas oportunidades. Estou louca pra entrar no mundo do cinema.


Agência Cinema - Fale sobre seu novo trabalho ?
Resp: Estou ensaiando uma comédia chamada “O Prodígio do Mundo Ocidental” , de Jonh Synge, direção de Ariela Goldman. Estréia dia 13 de maio, no Sesc Ipiranga.


Agência Cinema - Qual foi a cena mais difícil que você já fez?
Resp: Uma peça que eu tinha que me matar. (As Mansões Celestes).

Agência Cinema - Você tem alguma preferência entre trabalhar com atores experientes ou com os que estão começando?
Resp: Com os dois a gente está sempre aprendendo.

Agência Cinema - Quanto tempo trabalha em cima de um personagem?
Resp: Depende do tempo de ensaio que temos no trabalho, estamos sempre trabalhando em cima dele.

Agência Cinema - Deixe uma mensagem para seu publico.
Resp: Persistência e fé.

Um comentário:

Luiz Henrique disse...

Olá Fernanda,

Muito sucesso prá você!